Lamborghini já produz máscaras e viseiras médicas

Funcionários estão a produzir equipamento médico na fábrica de S'ant Agata Bolognese

0 aos 100 31/03/2020 Noticias

A Automobili Lamborghini transformou vários departamentos da sua fábrica de produção de superdesportivos em Sant’Agata Bolognese para produzir máscaras e viseiras de proteção em plexiglass. As máscaras serão doadas ao Hospital Sant’Orsola-Malpighi, de Bolonha, e serão utilizadas na luta contra a pandemia da COVID-19.

O trabalho desta iniciativa solidária será realizado pelo pessoal encarregue do fabrico de interiores e personalização dos automóveis de Lamborghini, que produzirá 1000 máscaras por dia. Quanto às viseiras de proteção, serão fabricadas diariamente 200 unidades, utilizando impressoras 3D nos departamentos de fibra de carbono e de Investigação e Desenvolvimento.

Esta ação foi aprovada e apoiada pela Região de Emilia-Romagna e é realizada em colaboração com a Universidade de Bolonha. O Departamento de Ciências Médicas e Cirúrgicas supervisionará os testes de validação do material médico fabricado pela Lamborghini antes deste ser entregue ao hospital.

Veja ainda:

Stefano Domenicali, Presidente e CEO da Automobili Lamborghini, comenta: “Durante esta emergência, sentimos a necessidade de prestar um contributo concreto. O Hospital S. Orsola-Malpighi é uma instituição com que mantemos uma relação de colaboração há vários anos, tanto através da consultoria profissional na promoção de programas para proteger a saúde dos nossos trabalhadores, como em projetos de investigação. Venceremos esta batalha trabalhando unidos e apoiando aqueles que lutam diariamente contra a pandemia”.

Como sinal de unidade e apoio a toda a nação que enfrenta a emergência do coronavírus, todas as noites, a Lamborghini ilumina os edifícios da sua sede histórica em Sant’Agata Bolognese com as cores da bandeira italiana.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente