McLaren não vai participar no GP da Austrália

A decisão foi anunciada depois de um dos membros da equipa ter tido teste positivo na análise ao novo coronavírus

0 aos 100 12/03/2020 Desporto

A McLaren não vai participar na prova de abertura da temporada de Fórmula 1, o Grande Prémio da Austrália, no próximo fim de semana, depois de um membro da equipa ter testado positivo para o coronavírus.

"A McLaren Racing confirmou, em Melbourne, que se retira do Grande Prémio da Austrália de Fórmula 1, de 2020, após ter sido revelado um teste positivo a um membro da equipa de coronavírus", informou a McLaren.

"O membro foi testado e isolado, assim que começou a mostrar sintomas e agora será tratado pelas autoridades locais de saúde", continuou o comunicado.

“A equipa preparou-se para essa eventualidade e tem estado sempre em contato com este funcionário, que entrará agora em período de quarentena. A equipa está a cooperar com as autoridades locais para auxiliar nas investigações e análises."

Esta quinta-feira ficou a saber-se que mais dois elementos da equipa de Fórmula 1 Haas são suspeitos de estarem infetados com o coronavírus Covid-19, depois de dois outros terem já sido testados na quarta-feira.

São já cinco os membros do ‘paddock' da F1, cujo Campeonato do Mundo começa este fim de semana, em quarentena, depois de também um técnico da equipa McLaren ter apresentado sintomas do vírus na quarta-feira.

Veja ainda:

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo