Novo Porsche 911 Turbo S tem 650 cv

2,7 segundos dos 0 aos 100 km/h e 330 km/h de velocidade máxima. E já tem preços para Portugal...

0 aos 100 03/03/2020 Noticias

A Porsche deu a conhecer a nova geração do 911 Turbo S (992), que dispõe de novo motor boxer de 3,8 litros biturbo de 650 cv e 800 Nm (mais 70 cv e 50 Nm que o antecessor). Está disponível em Portugal a partir de 264.547 euros e o 911 Turbo S Cabriolet desde 279.485 euros.

O novo 911 Turbo S tem caixa automática PDK específica e acelera dos zero aos 100 km/h em 2,7 segundos (menos 0,2 segundos), dos 0 aos 200 km/h em 8,9 segundos (menos 1 segundo), enquanto a velocidade máxima se mantém sem alterações nos 330 km/h.

As dimensões do 911 Turbo S aumentaram: a carroçaria é 45 milímetros mais larga acima do eixo dianteiro (1840 mm) e a largura global acima do eixo traseiro é de 1900 mm (mais 20 mm). As vias são mais largas (42 mm à frente e 10 mm atrás), a aerodinâmica é adaptativa, incluindo lamelas de arrefecimento com controlo automático na dianteira, enquanto a asa traseira foi desenhada para proporcionar mais força descendente, e pela primeira vez, o 911 Turbo S transfere a sua potência para a estrada com pneus de diâmetro diferente entre os dois eixos: 255/35 R20 à frente e 315/30 R21 atrás.

Entre novos equipamentos opcionais incluem-se o Porsche Active Suspension Management (PASM) com chassis desportivo rebaixado em 10 mm e o sistema de escape desportivo com lamelas ajustáveis.

Veja ainda:

O novo motor de seis cilindros conta com dois turbocompressores simétricos com turbinas de geometria variável (VTG) e maiores dimensões substituem os anteriores componentes, com o compressor e a turbina a rodarem agora em direções opostas. 

A dianteira com entradas de ar mais largas tem a caraterística imagem Turbo com dois módulos duplos de luzes, assim como faróis LED matrix escurecidos. O redesenhado spoiler dianteiro pneumaticamente extensível e a asa traseira mais larga proporcionam mais 15 por cento de força descendente. A traseira conta com saídas de escape retangulares em Preto brilhante, típicas do Turbo.

A lista de equipamento de série inclui interior totalmente em pele e frisos em carbono em combinação com aplicações em cor Prata. Os bancos desportivos com regulação em 18 vias apresentam pespontos que prestam homenagem ao primeiro 911 Turbo (type 930). O ecrã central do PCM tem agora 10,9”.

Outras funcionalidades a bordo de série são o volante desportivo GT, o Pacote Sport Chrono com integração da app Porsche Track Precision e o sistema de som BOSE Surround.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente