Toyota Supra ganha motor de quatro cilindros

A versão menos potente do Supra é também 100 kg mais leve e com melhor distribuição de peso

0 aos 100 14/01/2020 Noticias

A partir de março, o Toyota GR Supra vai passar a contar na gama com um motor quatro cilindros, de apenas 2 litros de cilindrada (o mesmo do BMW Z4 30i e do 330i, por exemplo) com 258 cv e 400 Nm de binário máximo.

Este motor, que se junta ao atual 3.0 de seis cilindros em linha turbo com 340 cv de origem BMW, estará ligado em exclusivo a uma caixa de oito velocidades da ZF, permitindo-lhe acelerar dos 0 aos 100 km/h em 5,2 segundos (em vez de 4,3 seg. da versão de seis cilindros), mantendo a velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h.

Veja ainda:

Além de mais barata, esta versão do GR Supra tem a vantagem ser cerca de 100 kg mais leve, mais económica (anunciado um consumo médio entre os 5,9 e os 6,3 litros aos cem) e uma distribuição de peso 50:50, dado que o motor 2.0 é mais pequeno, fica também posicionado mais perto do centro do chassis.

O nosso empenho focou-se na construção de uma viatura mais leve com uma distribuição de peso 50:50 para um controlo direcional ágil e estabilidade em curva,” afirmou o engenheiro-chefe do GR Supra, Tetsuya Tada. Os desafios foram enormes, mas não comprometeram os nossos objetivos.”

No lançamento, estará disponível uma edição Fuji Speedway (nas imagens), limitada a 200 unidades para a Europa (duas para Portugal), que se destaca com uma pintura em branco metalizado em contraste com jantes de liga leve de 19” em preto mate e espelhos retrovisores em vermelho. 

Quanto a preços, para já ainda nada se sabe, pelo menos oficialmente, mas para comparação, o BMW Z4 3.0i equipado com o mesmo motor está disponível em Portugal a partir de 57 mil euros.

De referir que, na Europa, já foram entregues 1.150 exemplares do GR Supra, sendo a grande maioria - 95% - a versão mais equipada.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'