Quase 1400 condutores em risco de ficar sem carta

Castigo inclui dois anos de inibição de conduzir, nova formação e repetir exame de condução

0 aos 100 08/01/2020 Noticias

Quase 1400 condutores estão em vias de ficarem sem carta de condução por terem perdido os 12 pontos que a constituem. O modelo da carta por pontos entrou em vigor em 2016 e no fim do ano passado mostrou a eficácia que estava prometida, com 930 condutores a ficar sem carta de condução.

Comparando o ano passado com 2018, verificou-se que o triplo de condutores se encontram em risco de perder a carta, sendo que em 2018 o número se fixou em 500 e no ano passado subiu para 1.350 condutores.

Veja ainda:

Também o número de pessoas que perderam efetivamente os pontos da carta aumentaram 680%, uma vez que em 2018 o número se fixou em 118 condutores, de acordo com os dados avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.

O presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa, José Miguel Trigoso, assumiu ao JN que nos próximos anos o número de condutores a perder a carta de condução devido a infrações vai aumentar, uma vez que nos últimos três anos se observaram autos em que 153.786 condutores realizaram infrações graves ou muito graves.

O castigo inclui dois anos de inibição de conduzir, obriga a fazer formação e a repetir o exame de condução.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva