Novo Juke: mais familiar, sem perder estilo

Nova geração Juke já desfila pelos concessionários, antes das primeiras entregas, em novembro

0 aos 100 17/10/2019 Noticias

A Alfandega do Porto foi o cenário escolhido pela Nissan para mostrar o novo Juke, o modelo que deu início a uma tendência, a dos SUV compactos, seguida por praticamente todos os construtores. A nova geração já está disponível, com preços a partir de 19.990 euros, sendo que as primeiras entregas estão previstas para os primeiros dias de novembro.  

Em relação ao anterior Juke, as diferenças são enormes, embora sem perder o estilo ousado. Começa pelo comprimento, que aumenta 7,5 cm, para depois ser maior em largura (3,5 cm), o que beneficia os ocupantes mais altos e permite espaço mais desafogado (à frente e atrás). Também a bagageira cresceu. Agora oferece 422 litros (mais 68 litros).

Visualmente, o novo Juke está mais moderno e atraente, sem perder os traços da geração anterior. O resultado ao vivo é melhor que em fotografia, com o novo Juke “mais carro” em relação à primeira geração. A altura do tejadilho não foi alterada, mas a frente mais “arredondada” e uma traseira mais comprida permitem conseguir um rendimento aerodinâmico mais apurado.

No interior, o ecrã central passa a ser "flutuante", agora no topo da consola central, que passa a ter três saídas de ventilação circulares. A consola central, por sua vez, continua a ser elevada e mantém o desenho inspirado no depósito de combustível das motos.

Só um motor e a gasolina. Híbrido Plug-in chega mais tarde

Na fase de lançamento só estará disponível um motor a gasolina, o 1.0 Turbo com 117 cv, que já conhecemos do Micra, o que lhe deverá permitir andamentos vivos, até porque, apesar de mais comprido e mais largo, é 23 kg mais leve (devido à utilização de uma maior quantidade de aço de alta resistência).

Quanto a reforços, para já sabe-se apenas que vai usufruir de uma versão híbrida, possivelmente Plug-in, de ligar à tomada (semelhante à do Renault Captur), para não perder o “comboio” da eletrificação.

Em termos de equipamento e tecnologia, o novo Juke surge com tudo o que está atualmente disponível na gama Nissan, mas também tecnologias que ainda não estão disponíveis nos modelos maiores e mais onerosos. É o caso sistema de reconhecimento de peões, reforçado pela travagem de emergência. O sistema de navegação é TomTom, enquanto o motor de busca é Google, o que simplifica a utilização.

Veja ainda:

Por falar em tecnologia, o Juke conta ainda com atualizações de software over-the-air, uma vez que está equipado com um chip 4G o que lhe permite estar sempre ligado à Internet, permitindo-lhe uma infinidade de serviços, inclusivamente wifi a bordo para que os ocupantes poupem nos “dados”.

Os níveis de equipamento mantêm-se: Visia, Acenta e Tekna. Novidade é o facto de surgir a versão N-Design, a mais bem equipada e com melhores materiais. 

No lançamento estará disponível uma edição especial de lançamento "Premiere Edition, limitada a 40 unidades, a partir de 27.200 euros, e com campanha de 160 euros por mês no caso da caixa manual e de 170 euros na caixa DCT. Tem por base o nível de equipamento N-Design mas acrescenta pintura bitonal, jantes de 19 polegadas N-Design, ProPILOT, embelezadores nas portas "Premiere Edition", interior em laranja e preto e logos comemorativos desta versão no exterior e no habitáculo.

Fique com os preços do novo Juke:

  • Nissan Juke Visia - 19.900 euros
  • Nissan Juke Acenta - 21.050 euros
  • Nissan Juke N-Connecta - 22.600 euros
  • Nissan Juke N-Design - 24.400 euros
  • Nissan Juke Tekna - 24.400 euros

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...