Já há 92 postos sem gasóleo, 33 sem gasolina

Já há 13 postos sem qualquer tipo de combustível, dois deles pertencentes à rede de emergência

0 aos 100 09/08/2019 Noticias

A menos de 72 horas para o início da greve dos motoristas de matérias perigosas (leia-se, de combustíveis), 125 postos de combustível em Portugal já não têm gasóleo ou gasolina.

Em todo o país, já há sete bombas completamente sem combustível — duas delas de emergência –, mas há muitas mais com falhas parciais de abastecimento. De acordo com os dados da plataforma #JáNãoDáParaAbasteceresta sexta-feira há 92 postos sem gasóleo e 33 sem gasolina. Os números crescem a cada minuto.

A norte, a BP de Esmoriz já não tem nenhum tipo de combustível, e o mesmo acontece com a Cepsa de Ovar.

Mais a sul, em Lisboa, a BP de Belém também está esgotada e, do outro lado do rio Tejo, em Setúbal, a BP da Estrada dos Ciprestes também já tem os dois principais combustíveis esgotados.

Veja ainda:

Na lista estão ainda dois postos em São Teotónio, no concelho de Odemira. Um deles é a Cepsa, sem gasolina nem gasóleo, e o outro é a Galp da N120, um dos 374 postos de emergência que o Governo inscreveu na Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA). Por último, soma-se ainda a Repsol de Montechoro, em Albufeira.

Embora sejam apenas quatro os postos onde já não é possível abastecer, há dezenas de outros com falhas de algum tipo de combustível. São 33 as bombas onde já não há gasolina, cinco deles pertencem à REPA. Com falta de gasóleo são 92 postos, dos quais seis são de emergência.

O Governo tem lançado inúmeros apelos para os portugueses atestarem o seu automóvel antes da greve, de forma a evitar corridas às bombas.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!
Toyota Corolla Touring Sports TREK, uma carrinha com 'alma' SUV