Mercedes-Benz obrigada a recolher 90.000 carros na Alemanha

Em causa alegada manipulação de emissões no modelo GLK 220 CDi

0 aos 100 23/06/2019 Noticias

A Agência Federal de Veículos a Motor (KBA, sigla em alemão) ordenou a Daimler-Benz a recolher 60.000 unidades Mercedes-Benz por suspeitas de manipulação de emissões.

Segundo a Reuters, em causa os Mercedes-Benz GLK 220 CDI fabricados entre 2012 e 2015 alegadamente equipados com software capaz de falsear emissões, cumprindo desta forma com as normas de emissões vigentes na altura, a Euro 5.

"Uma investigação está em andamento desde abril e confirmamos essa informação", disse à AFP um porta-voz do grupo alemão.

Veja ainda:

A KBA já fez saber que vai continuar com as investigações por suspeitas de que o mesmo software esteja presente em outros modelos do construtor alemão.

Já a Daimler-Benz nega qualquer prática ilegal e vai apelar da decisão. 

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...