Centros de inspeção automóvel querem alargamento aos tratores agrícolas e máquinas industriais

Associação Nacional de Centros de Inspeção Automóvel defende que todo o parque de veículos motorizados que circula na via pública deve ser sujeito ao controlo periódico

0 aos 100 07/06/2019 Noticias

O Presidente da Associação Nacional de Centros Inspeção Automóvel, Paulo Areal, defende ao alargamento das inspeções a todos os veículos motorizados que circulam na via pública, desde motociclos a tratores agrícolas, incluindo máquinas industriais. 

Por isso, a partir de 2021, os agricultores vão ter formação obrigatória para conduzir tratores.

“Aquilo que a associação tem vindo a defender é que todo o parque de veículos a motor que circulem na via pública devem ser sujeitos a um controlo técnico para aferir a sua conformidade e temos vindo a debatar em particular a questão de tratores agrícolas que é um tipo de veíclos que tem vindo a contribuir para um número significativo de acidentes e mortos nas nossas estradas, assim como as máquinas industriais”, referiu Paulo Areal em declarações à SIC.

O responsável sublinha que este é um objetivo e não uma oportunidade de negócio. “É óbvio que a inspeção automóvel não vai por si só eliminar a existência de sinistralidade, mas vai ser um forte contributo para a redução de acidentes graves e mortos na questão dos tratores e motociclos”, acrescentou.

Veja ainda:

As mortes nas estradas aumentaram este ano, em comparação com os dados entre janeiro e maio de 2018.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Hyundai Tucson 1.6 TGDi 48V. SUV com personalidade!
Toyota Corolla Touring Sports TREK, uma carrinha com 'alma' SUV