Miguel Oliveira fica à porta dos pontos no GP de Itália

Piloto português correu com o dedo anelar da mão esquerda fraturado

0 aos 100 02/06/2019 Desporto

Miguel Oliveira terminou no 16.º lugar a corrida de MotoGP do Grande Prémio de Itália, sexta prova do Mundial de motociclismo de velocidade, vencida pelo italiano Danilo Petrucci (Ducati).

O piloto português, que correu com o dedo anelar da mão esquerda fraturado, em consequência de uma queda sofrida durante o ‘warm up’, ficou a um lugar de pontuar – a partir do 15.º -, terminando na frente de Johann Zarco, um dos pilotos oficiais da KTM. Chegou a rodar em 15.º, mas não aguentou a pressão de Karel Abraham e caiu uma posição.

A vitória foi para Danilo Petrucci, que se impôs ao espanhol Marc Márquez (Honda) e do compatriota Andrea Dovizioso (Ducati), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Esta foi a primeira vitória de Danilo Petrucci em MotoGP. O piloto da Ducati travou uma batalha dura, durante toda a prova, com Andrea Dovizioso, o seu colega de equipa, e ainda Marc Marquez da Honda, com Alex Rinz da Suzuki, sempre à espreita, ele que partiu da 13.ª posição.

Veja ainda:

Na última volta, Marc Marquez lançou um ataque à liderança de Dovizioso mas foi Petrucci quem aproveitou para ultrapassar o seu colega de equipa e conseguir a sua primeira vitória em MotoGP, a terceira seguida da Ducati no circuito de Mugello.

Destaque para Valentino Rossi que acabou por cair, para desespero dos fãs.

No Mundial de Pilotos, Oliveira mantém os oito pontos conquistados até ao momento. A classificação é liderada por Márquez, tricampeão mundial em título, agora com 12 pontos de vantagem sobre Dovizioso, que ocupa a segunda posição.

Em atualização...

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva