Próximo Mercedes-AMG C 63 terá motor de quatro cilindros

Objetivo de reduzir emissões e aumentar performances obriga a soluções arrojadas, que passarão pela tecnologia híbrida e um bloco de quatro cilindros

0 aos 100 25/04/2019 Noticias

Primeiro foram os atmosféricos, agora é a vez do fim dos V8. O próximo AMG C63 será híbrido com tecnologia "EQ Power +", mas o mais grave para os “puristas” é que terá apenas 4 cilindros, um salto diretamente do V8 para os 4 cilindros sem passar pelos V6 ou seis cilindros em linha.

A AMG vê-se forçada a adotar estas soluções e tecnologias para reduzir as emissões médias de CO2, que passa inclusivamente pelo desaparecimento dos motores V12 no Classe S, por exemplo.

Os engenheiros da Mercedes-AMG têm vindo a explorar diferentes opções. Já foi confirmado a nova tecnologia "EQ Power +" como solução para oferecer alto desempenho, passando alguns modelos para híbridos Plug-in. Também novas versões semi-híbridas com o emblema "AMG 53" estão a ser consideradas como uma abordagem experimental para explorar o limite da tecnologia de 48 volt.

Veja ainda:

Certo é que a Mercedes não quer perder o rasto da BMW, sabendo que a próxima geração M3 contará com sistema de injeção de água exclusivo do M4, pelo que estão obrigados a fazer uma demonstração de força e, se possível, ficar acima.

A solução passa então por um novo motor, desenvolvido a partir do novo bloco de quatro cilindros de 2 litros que será montado no AMG 45 S onde renderá até 420cv. A este motor será acrescentado um motor elétrico para conseguir superar largamente os 500cv do atual 63 S, o que permitirá aumentar a performance, reduzindo de igual forma as emissões.

Os testes de desenvolvimento do novo conjunto mecânico e, segundo fontes alemãs, o novo AMG C 63 deverá ser lançado em 2021, contando com tração integral, motor elétrico no eixo traseiro e uma autonomia reduzida em modo “zero emissões”, para maior potência e desempenho.

A tendência de downsizing das versões de alta performance é evidente também na BMW, que acaba de introduzir em alguns modelos a versão M35i, equipada com o novo motor de quatro cilindros 2.0 TwinPower Turbo de 306cv, que substitui o 3.0 TwinPower Turbo de seis cilindros de 326 cv.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...