Choque elétrico na Ford: Puma, Focus SUV e até um SUV Mustang elétrico

No mesmo evento em que revelou o novo Kuga, a Ford levantou o véu sobre a ofensiva eletrificada para os próximos anos

0 aos 100 03/04/2019 Noticias

A Ford libertou durante o evento "Go Further", em Amesterdão, o mapa de lançamentos “eletrificados” para os próximos anos na Europa.

O programa, divulgado em conjunto com a apresentação do novo Kuga e a confirmação do regresso do Puma, agora como SUV, é composto por uma ofensiva de modelos equipados com soluções híbridas (mild-hybrid, híbridos, híbridos plug-in) e puramente elétricas.

O plano da Ford é "atacar" de todas as formas possíveis a eletrificação. A começar com a solução mild-hybrid (mHEV), que utiliza um gerador para recuperar a energia gerada durante a travagem recarregando uma bateria de iões de lítio de 48 V, que depois é utilizada para alimentar os sistemas elétricos auxiliares do veículo e fornecer assistência elétrica ao motor a gasolina ou Diesel.

Veja ainda:

Além de Fiesta e Focus, que há tinham sido anunciados com esta tecnologia, também estará presente no novo Kuga, nos comerciais Transit e Tourneo e no futuro SUV compacto Puma. Logo acima estará a solução híbrida “simples”, presente no Mondeo, nas carroçarias berlina e carrinha, mas também no Kuga.

A mesma solução híbrida terá uma versão melhorada para Plug-in (de ligar à tomada) em alguns modelos, como no Kuga, um futuro SUV do Focus, juntamente com o novo Explorer (que estará disponível em alguns mercados selecionados na Europa) e os comerciais Transit e Tourneo.

Quanto a elétricos, para já a Ford confirmou apenas o lançamento da Transit EV e, no futuro, um SUV elétrico inspirado no Mustang e que terá uma autonomia estimada para 600 km.

Nos planos estão outros modelos elétricos, que deverão ser desenvolvidos a partir da plataforma MEB da Volkswagen, no âmbito da parceria assinada entre os dois construtores.

Deixe o seu comentário