Novo Ford Kuga estreia três motores híbridos

Nova geração do SUV chega no último trimestre do ano

0 aos 100 02/04/2019 Noticias

A Ford apresentou a nova geração do SUV Kuga, que chega no último trimestre do ano. Estará disponível com motores híbridos Plug-in (de ligar á tomada), híbridos, Diesel e gasolina de três cilindros.

Este concorrente de modelos como o Nissan Qashqai e Renault Kadjar, entre outros, é 9 centímetros mais comprido, 4,4 cm mais largo e 2 cm mais baixo que o anterior Kuga, mas também 90 kg mais leve, enquanto que a bagageira ganhou 67 litros de capacidade (523 litros ao todo).

Em termos mecânicos, o novo Kuga estreia três soluções híbridas diferentes, para todos os gostos, e para todas as carteiras, além da oferta Diesel e a gasolina, EcoBlue (1.5 de 120 CV e 2.0 de 190 CV) e EcoBoost (1.5 de 120 CV e 150 CV), respetivamente.

Veja ainda:

A primeira solução híbrida será o EcoBlue Hybrid, equipado com um motor a gasolina de 2,0 litros de 150cv aliado a uma bateria de iões de lítio de 48V que permite recuperar energia na travagem ou abrandamento, e assistir eletricamente o carro na fase de aceleração. O consumo é de 5 litros aos 100 km e as emissões de 132 g/km;

Segue-se o Kuga Hybrid, que chega em 2020. Conta com um motor de 2,5 litros a gasolina, ligado a um motor elétrico e a uma bateria de iões de lítio, que permitirá uma condução em modo elétrico em circunstâncias limitadas. Com este motor haverá verões de tração dianteira e ás quatro rodas. A versão de tração dianteira terá um consumo médio homologado de 5,6 l/100 km.

Por último, o Kuga Hybrid Plug-in (de ligar à tomada), que combina o mesmo motor a gasolina de 2,5 litros do Hybrid, a um motor elétrico e uma bateria de iões de litio de 14.4 kWh. É anunciada uma potência combinada de 225cv e uma autonomia em modo elétrico de 50 km.

A Ford prevê, ainda, um consumo de 1,2 l/100 km nos primeiros 100 km e umas emissões de CO2 de 29 g/km. Assegura ainda que o tempo de carregamento da bateria, numa tomada doméstica de 230 V, é de 4 horas.

A gama fica completa com os motores 1.5 EcoBoost, os tricilíndricos turbo a gasolina com 120 e 150cv, além de um Diesel 2.0 EcoBlue – com depósito de AdBlue– de 190cv, cujo consumo médio rondará os 4,8 litros aos 100 km. 

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'