À vista e escondido: eis o novo BMW Série 1 (camuflado)

O novo Série 1 anda a ser “caçado” por fotos-espia desde 2017, mas estas imagens são as primeiras oficiais. Eis o Série 1 ainda de camuflado, o que não impede de perceber como será a versão de produção

0 aos 100 27/03/2019 Noticias

A BMW divulgou as primeiras fotos oficiais do novo Série 1, ainda fortemente disfarçado, a rodar no autódromo de Miramas, no sul de França, onde o construtor bávaro está a testar protótipos, já muito próximos daquela que será a versão de produção, a fim de proceder aos últimos ajustes que permitam elevar a dinâmica, eficácia e durabilidade do compacto.

Segundo a BMW, o novo Série 1 estabelecerá "novos padrões na classe compacta Premium em termos de desempenho dinâmico, ao mesmo tempo que oferece mais espaço no interior." Algo ao que não será alheio a uarquitetura de tração dianteira, em estreia no Série 1.

A decisão é uma desilusão para os entusiastas mais acérrimos da BMW, mas a marca alemã assegura que os condutores podem esperar uma "configuração de suspensão de ponta", maior agilidade e um sistema de tração às quatro rodas.

Parte da agilidade será oriunda de uma fonte surpreendente - o i3s. A BMW confirmou que o Série 1 tornar-se-à no primeiro modelo de combustão interna a beneficiar da tecnologia ARB (diferencial autoblocante com atuador contíguo - disponível de série) do elétrico, que ajuda a reduzir a subviragem e melhorar a tração.

Segundo a marca alemã, o sistema permite uma resposta dez vezes mais rápida face a um controlo de tração convencional. Além disso, o modelo de acesso da casa de Munique beneficiará de um maior rigidez torcional (recorrendo, por exemplo, a um braço traseiro em forma de boomerang) e de um sistema de travagem melhorado com a designação Performance Control. 

Veja ainda:

A nova plataforma permitirá aumentar o espaço disponível nos lugares traseiros, com o incremento do espaço para pernas em 33 mm e em 19 mm em altura. A capacidade da mala aumentou em 20 litros para um total de 380 litros.

Quanto a motores, a BMW confirmou apenas que a versão M135i xDrive contará com um motor quatro cilindros TwinPower Turbo, de 2,0 litros, a gasolina, com uma potência de 306cv.

Sabe-se, contudo, que terá na base da gama o 118i, animado por um 1.5 de três cilindros com 140 cv. Acima estarão os 120i, 125i e 130i com um 2.0 de quatro cilindros de 190 cv, 224 e 265 cv, respetivamente.

Quanto a Diesel, haverá um 2.0 de quatro cilindros para o 118d, 120d e M135d xDrive, com 150, 190 e 230 cv, respetivamente. Para já, desconhece-se sobre o lançamento de versões 116i e 116d. A confirmar-se serão lançadas à posteriori.

O novo Série 1 estará disponível apenas com o formato hatchback de cinco portas. Os derivativos passam pelo estreante Série 2 Gran Coupé e pela nova geração do monovolume Série 2 Active Tourer.

Em 2020, a gama será reforçada com uma versão híbrida Plug-in, o 125xe, equipado com um 1.5 de três cilindros com 140 cv e um elétrico de 88 cv, para uma potência combinada de 228 cv. As baterias de 11.6 kWh de capacidade permitem ter até 50 km de autonomia em modo elétrico.

Deixe o seu comentário