Fórmula 1: volta mais rápida passa a valer um ponto, mas há condições

Medida entra em vigor já no Grande Prémio da Austrália

0 aos 100 11/03/2019 Desporto

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) aprovou esta segunda-feira a atribuição de mais um ponto nos Grandes Prémios de Fórmula 1, que premiará a volta mais rápida em cada prova.

Segundo o comunicado da FIA, a medida entra em vigor já no Grande Prémio da Austrália, que dá início à temporada 2019 no próximo fim de semana, e vai atribuir um ponto à volta mais rápida, desde que o piloto consiga posicionar-se entre os 10 primeiros, numa medida que é alargada à classificação de construtores.

Relacionadas:

“O Conselho Mundial da FIA aprovou esta mudança no regulamento desportivo na última reunião, em Genebra, no dia 07 de março, mas o Grupo Estratégico e a Comissão de F1 votaram por correio eletrónico. O processo terminou hoje e culminou com a aprovação por unanimidade”, pode ler-se.

Ao todo, são 21 os pontos adicionais possíveis para o campeonato ao longo de uma temporada (21 corridas), numa iniciativa que já vigorou na F1 entre 1950 e 1959, tendo ajudado Mike Hawthorn a bater Stirling Moss em 1958, sagrando-se campeão mundial por um ponto, ao concluir com duas voltas mais rápidas em relação ao rival.

Deixe o seu comentário