Este é o interior do novo Renault Clio

Compacto adota o maior ecrã multimédia de toda a gama Renault e estreia um painel de instrumentos digital

0 aos 100 28/01/2019 Noticias

A revelação de qualquer automóvel tem sempre de começar por algum lado. No caso do novo Clio, a Renault optou por começar pelo seu interior, mostrando aquele que é o habitáculo da nova geração do utilitário. A apresentação oficial está marcada para março, no salão de Genebra, e o lançamento, em Portugal, agendada para o final do primeiro semestre.

Na revelação dos primeiros detalhes do interior do novo Clio, a Renault garante que “a perceção de qualidade e a ergonomia do posto de condução foram eleitas como as grandes prioridades para as equipas de design interior do Novo Clio".

Nas imagens pode ver-se o ecrã multimédia de 9,3 polegadas, apontado pela Renault como elemento-chave do "Smart Cockpit" e o maior de toda a gama da Renault. O novo sistema conectado EASY LINK dispõe do conjunto de aplicativos multimédia, navegação, e infoentretenimento, mas também da tecnologia MULTI-SENSE.

Pela primeira vez, o Clio integra um painel de instrumentos digital, em vez do tradicional analógico. O ecrã TFT mede de 7 a 10 polegadas e pode ser personalizado. A versão de 10 polegadas integra a navegação GPS. Com os dois ecrãs de 9,3 e de 10 polegadas, o novo modelo da Renault dispõe dos maiores ecrãs da categoria.

O painel de bordo foi completamente revisto. É composto por três partes: uma cobertura com revestimento macio, uma zona central revestida e personalizável e uma zona inferior dedicada a elementos funcionais, tais como o porta-luvas. As teclas tipo "piano" e os comandos da climatização estão colocados imediatamente por debaixo do ecrã central.

A Renault adianta ainda que o volante é mais pequeno, devido à instalação de um airbag mais compacto que o do modelo precedente, e dispõe de novos comandos, mais completos e retro-iluminados. Os acabamentos em cromado acetinado contribuem para aumentar a perceção de qualidade do habitáculo.

Estarão disponíveis vários “packs” de personalização que abarcam, entre outros, os elementos da consola central, do painel de bordo, painéis de portas, volante e apoios de braços, é possível desenhar um Clio à medida de cada um. São oito os ambientes interiores disponíveis, que podem ser completados com uma inovadora oferta de personalização, que dá cor à linha dos arejadores, ao longo do painel de bordo. A iluminação ambiente dispõe de uma palete de oito cores.

Relacionadas:

Sobre a mecânica, sabe-se que o Clio V vai contar com uma motorização híbrida E-Tech, que recorrerá a uma bateria de 1,2 kWh, situada no eixo posterior, para uma potência na ordem dos 120cv e uma autonomia elétrica de 6 km.

Sabe-se ainda que o motor a gasolina 1.2 TCe será substituído por um novo 1.3 TCe, desenvolvido em conjunto com a Mercedes-Benz, disponível com três patamares de potência: 115, 140 e 160cv.

A gama incluirá, também, um 1.0 TCe, e o já conhecido 1.5 dCi, que deverá sair da gama progressivamente, face ao crescente desinteresse nos motores Diesel, especialmente entre os compactos.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'