Volantes são quatro vezes mais sujos que as sanitas

Número de bactérias nos botões de elevadores dos vidros também assusta

0 aos 100 27/01/2019 Curiosidades

Um estudo realizado pelo Centro Nacional de Informação Biotecnológica (CMIB) revela algo, no mínimo, assustador:  volante é mais sujo que uma tampa de sanita.

Segundo os resultados das análises recolhidas pelo CMIB, que determinam o número de batérias ou fungos por centímetro quadrado, ou Unidades de Formação de Colónias (UFC), os volantes revelam uma média de 629 UFC.

Um número assustador, especialmente quando comparado com as tampas de sanita, que se ficam pelos 172 UFC, enquanto os telemóveis, por exemplo, acusam 100 UFC e os botões dos elevadores disparam para 313 UFC, quase o dobro das sanitas.

Segundo o estudo, as bactérias mais populares que se podem encontrar no interior de um automóvel são as staphylococcus, que causam doenças como envenenamento alimentar e irritação cutânea, e as propionibacterium, que provocam infeções e inflamações.

E, o porquê este número de bactérias? Simples: o facto de muitos condutores comerem (e beberem) no interior dos carros, de batatas fritas a chocolates, passando pelos hamburgers dos drive-in.

Veja ainda:

Deixe o seu comentário