Audi confirma produção do PB-18 e-tron

Serão produzidas apenas 50 exemplares

0 aos 100 12/01/2019 Noticias

O novo CEO da Audi, Bram Schot, confessou à publicação holandesa “Autoweek” que o protótipo PB18 e-tron vai mesmo avançar para a produção, algures em 2020 ou 2021, embora limitado a apenas 50 unidades.

O PB18 e-tron parece um R8, na parte da frente, para a partir daí evoluir para uma versão mais curta de uma carrinha “shooting brake”, com o tejadilho plano, de forma a oferecer uma bagageira com 470 litros de capacidade, apenas menos 10 litros do que um Audi A4.

O primeiro desafio para os engenheiros na passagem do protótipo para a versão de produção encontra-se o interior, uma vez que o banco do condutor desloca-se do lado esquerdo para o centro e vice versa.

O objetivo era o de um habitáculo adaptável, ocupando o condutor a posição central quando está sozinho na viatura ou adotando o posicionamento convencional para dar espaço a um passageiro adicional.

Veja ainda:

Outro dos desafios surge na mecânica, já que o PB18 e-tron conta com três motores elétricos (um à frente com 204 cv e dois no atrás com 476cv), que debitam 680 cv de potência conjunta, podendo ativar-se um modo “boost” para 775 cv.

No protótipo, esta configuração permitia, segundo a Audi, passar de 0 a 100 km/h em cerca de dois segundos, e espera-se que esta promessa possa ser mantida na versão de produção.

Além de todos estes desafios, há o simples facto de que o PB18 e-tron foi projetado para utilizar baterias de estado sólido com capacidade de 95 kWh. Embora esta bateria venha a estar disponível no futuro, a tecnologia ainda não está pronta para produção, mesmo que limitada.

O preço é ainda um mistério, mas com uma produção tão limitada (apenas 50 unidades, recorde-se) não se esperam valores “acessíveis”, falando-se de mais de meio milhão de euros.

Deixe o seu comentário