Condutores mais agressivos conduzem BMW, Audi e Mercedes-Benz

GoCompare Car Insurance chegou a uma conclusão pouco abonatória para quem conduz um BMW, mas também um Audi A5 e Mercedes-Benz C220d

0 aos 100 29/12/2018 Curiosidades

Os condutores dos BMW 420d são os mais perigosos e potenciais causadores de acidentes. Esta é, pelo menos, a conclusão de um estudo realizado pelo GoCompare Car Insurance, um site de comparação de seguros no Reino Unido, a partir do número de multas de trânsito e declarações de culpa em acidentes de viação.

Em segundo e terceiro lugares ficaram os condutores dos Audi A5 e dos Mercedes-Benz Classe C 220d.

O estudo, segundo o Daily Mail, revela que um em cada seis condutores (17 por cento, mais do dobro da média – 8,5 por cento) dos BMW 420d já apanharam uma multa por excesso de velocidade, por passar um vermelho ou outra infração grave. São também os mais propensos a causar um acidente.

Seguem-se os condutores dos Audi A5 com 15,5 por cento, os dos Mercedes-Benz C 220 (220d, 220 CDi ou 220 BlueTEC), com 14.8%, Mercedes-Benz E 220d (14.8%), Jaguar XF (14.3%), Mercedes-Benz CLA (14.3%) e Mercedes-Benz GLC (14.0%).

Relacionadas:

Quais são os condutores menos ofensivos de acordo com o estudo? Estes serão os condutores de modelos citadinos, como o Opel Agila (4,1 por cento), Hyundai i10 (4,3) e Nissan Micra (4,4), seguidos pelos condutores dos Kia Picanto (4,4 por cento) e Hyundai Getz (4,5).

A lista dos automóveis cujos condutores foram os MAIS multados:

1) BMW Serie 420d (17,1%)

2) Audi A5 (15,5%)

3) Mercedes Classe C220 (14,8%)

4) Mercedes Classe E220 (14,8%)

5) Jaguar XF (14,3%)

6) Mercedes CLA (14,3%)

7) Mercedes GLC (14,0%)

8) Audi Q7 (13,8%)

9) Range Rover (13,8%)

10) Mercedes CLS (13,5%)

A lista dos automóveis cujos condutores foram os MENOS multados:

1) Vauxhall (Opel) Agila (4,1%)

2) Hyundai i10 (4,3%)

3) Nissan Micra (4,4%)

4) Kia Picanto (4,4%)

5) Hyundai Getz (4,5%)

6) Suzuki Alto (4,6%)

7) Ford Ka (4,6%)

8) Skoda Citigo (4,7%)

9) Honda Jazz (4,8%)

10) Fiat Panda (4,9%)

Para Matt Oliver, da GoCompare Car Insurance, “normalmente, muitos dos carros que surgem no topo da lista serão conduzidos por aqueles que viajam diariamente ou conduzem por períodos mais longos, em horários de pico, aumentando o risco de um acidente ou multa por excesso de velocidade, por exemplo."

Citando as conclusões do estudo, o Daily Mail aconselha "a relaxar se vir alguém a conduzir um Peugeot 206". Tudo porque os condutores dos Peugeot 206, pelo menos no Reino Unido, não são especialmente propensos a apanhar multas por excesso de velocidade.

Este estudo foi realizado no Reino Unido, mas acha que também pode ser considerado válido para Portugal? Conte-nos as suas experiências nas estradas nacionais!

Deixe o seu comentário