União Europeia quer 'caixa negra' nos carros

Tecnologia servirá para apurar causas e responsabilidades em acidentes com vítimas mortais

0 aos 100 26/12/2018 Noticias

A União Europeia está a preparar legislação no sentido de obrigar à instalação de sistema de gravação de dados, semelhante às “caixas negras” dos aviões, que permitam apurar causas e responsabilidades em acidentes com vítimas mortais.

Espera-se que a "caixa negra" tenha informação com respeito a antes, durante e depois do acidente.

Segundo o Conselho Europeu de Segurança nos Transportes (ETSC), “estas tecnologias poderão ser tão importantes para salvar vidas como o cinto de segurança. Mas a real mudança só virá quando essas tecnologias forem instaladas em todos os carros como padrão e não como um extra opcional em alguns veículos”, declarou Antonio Avenoso, diretor-executivo do ETSC.

Relacionadas:

Desde 2016 que a Associação dos Cidadãos Auto-Mobilizados pede que seja aplicado na Europa este método para resolução de acidentes rodoviários.

"Todas as viaturas hoje em dia têm um chip, uma espécie de caixa negra. É um pequeno chip que contém informação absolutamente vital para compreender um desastre rodoviário", explica Manuel João Ramos, da referida Associação.

“Como o chip regista o último minuto antes de um desastre, pode constituir um elemento absolutamente inovador de prova do crime rodoviário" e assim "melhorar imenso a prevenção", explica.

Só na véspera deste Natal aconteceram 194 acidentes, resultando em dois mortos e seis feridos graves. Segundo a GNR são já 14 o número de mortos desde sexta-feira à noite (21 de dezembro).

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'