Novo BMW M3 será mais leve e deverá ter 470cv

Animem-se os mais puristas, próximo M3 não cederá às modas: não terá tração integral, eletrificação e terá caixa manual

0 aos 100 03/12/2018 Noticias

Entre a tendência dos elétricos e híbridos, os desportivos “puros” ainda resistem. Exemplo disso é a nova geração do BMW M3, que está já em testes de desenvolvimento. O lançamento está previsto para 2020.

A nova geração tem uma difícil missão: superar os 460cv do M3 CS – a versão mais potente da atual geração. Para isso, os engenheiros da marca bávara estão a trabalhar em melhorias no motor de seis cilindros 3.0 turbo para chegar aos 470cv. Isto, obviamente, na versão “base” do M3.

Entre as tecnologias que deverão ser empregues para garantir a potência extra estão a de injeção de água, já disponível no M4 GTS. Serve para reduzir a temperatura e permitir uma maior eficiência energética.

O peso adicional do sistema de injeção de água e do reservatório é considerado mínimo pelos engenheiros da BMW. Algo, que não comprometerá o outro foco da nova geração, que é ser mais leve que os atuais 1.585 kg do M3 CS.

Relacionadas:

O objetivo de “emagrecer” o M3 não deverá ser assim tão difícil, uma vez que a nova geração do Série 3 é 55 kg mais leve que a anterior. Espera-se, um significativo recurso à fibra de carbono, incluindo tejadilho em fibra de carbono, para alcançar os objetivos.

Sem tração integral ou eletrificação

Segundo a publicação britânica Autocar, a BMW considerou ainda o recurso à tração integral semelhante à do M5 e algum tipo de eletrificação. Contudo, a adição de peso e a enorme complexidade tornaram estas ideias inviáveis.

Por outro lado, o próximo M3 vai continuar a contar, de serie, com caixa manual de seis velocidades, para os mais puristas. Em opção, haverá também uma automática sequencial de oito velocidades.

Deixe o seu comentário