Motor do Tesla Model 3 projetado para fazer mais de 1,6 milhões de km

Por ter menos partes móveis e uma relação única, as transmissões dos carros elétricos mostram-se extremamente fiáveis

0 aos 100 25/10/2018 Curiosidades

A bateria do seu telemóvel vai perdendo eficiência ao longo do tempo, o que é normal. Mas o que acontece com um carro elétrico? Quantos quilómetros pode fazer até começar a perder eficiência? Pois bem, Elon Musk veio a publico explicar que o motor elétrico e a transmissão do Tesla Model 3 foram projetados com uma longa durabilidade em mente.

No Twitter, o fundador da Tesla publicou várias imagens da transmissão do Model 3. Uma transmissão de uma relação única e relativa simplicidade mecânica. Esta transmissão, em particular, terá coberto um milhão de milhas (mais de 1,6 milhões de quilómetros) em diferentes carros de testes da marca.

Musk diz que ainda está em perfeitas condições, como o motor elétrico do carro. Olhando para as imagens é difícil de acreditar - ninguém diria que as suas engrenagens acumulam 1,6 milhões de quilómetros.

Relacionadas:

Elon Musk sublinha que o Model 3 foi projetado com alta durabilidade em mente, pelo menos no que diz respeito ao conjunto mecânico e bateria de alta voltagem.

Os carros elétricos têm menos partes móveis do que um carro de combustão, sendo que a parte mais delicada é mesmo a bateria. Até agora, têm demonstrado uma enorme fiabilidade e durabilidade, com uma degradação razoavelmente contida da capacidade de carga ao longo dos anos.

No papel, a Tesla garante por 8 anos ou 100.000 milhas a integridade do conjunto mecânico - motor elétrico, transmissão e bateria - do Model 3. Nas versões de bateria "maior", a garantia chega às 120.000 milhas, cerca de 200.000 km.

No entanto, sabemos de vários Tesla que superaram o meio milhão de quilómetros, sem falhas no motor, transmissão ou bateria. Por alguma razão, a Tesla confia nos motores do Model 3 para impulsionar o seu futuro camião elétrico.

Deixe o seu comentário