BMW defende Diesel: 'Temos os melhores motores e não desistimos deles'

Numa altura em que o diesel parece na mira de governos e (alguns) consumidores, a BMW vai contra a corrente, garantindo que os motores a gasóleo são para continuar

0 aos 100 09/10/2018 Noticias

Com os motores a gasóleo a ser apontados como a origem de todos os “males”, com vários construtores a abandonar a sua comercialização, a BMW veio a público assumir a defesa desta solução, ao afirmar que os seus são os melhores e que as vendas vão continuar.

“A BMW possui os melhores motores turbodiesel do mercado e que, por isso mesmo, vai continuar a apostar em motores a gasóleo para o futuro”, garantiu no Salão de Paris Klaus Fröhlich, membro da administração da BMW responsável pelo Desenvolvimento de motores.

Fröhlich acredita que vai ser possível os motores Diesel coexistirem com as opções a gasolina e elétricas. No entanto, apesar da confiança demonstrada nos motores Diesel, a marca assume que será inevitável uma redução da oferta de motores a gasóleo na sua gama.

E deu o exemplo do motor utilizado no M550d xDrive. O 3.0 com quatro turbos é anunciado como o seis cilindros Diesel mais potente da indústria automóvel, mas Froehlich admitiu que será difícil fazer com que este cumpra restrições de emissões mais exigentes.

Relacionadas:

O responsável explica que a pequena faixa de mercado onde se insere o M550d xDrive dificilmente justificaria um aumento do investimento para assegurar que o motor cumpriria novas restrições.

Klaus Froehlich usou como exemplo o 3.0 litros (que está disponível em versões com um, dois ou quatro turbos) para defender que no futuro a marca irá, provavelmente, adotar uma solução mais simples em que o mesmo motor é oferecido em dois níveis de potência sem necessitar de grandes alterações.

Deixe o seu comentário