Lisnave vai receber corrida de carros

Uma prova inovadora e diferente de todas as outras, ao estilo de Ken Block

0 aos 100 27/09/2018 Desporto

As antigas instalações da Lisnave vão servir de cenário por excelência do “Almada Extreme Sprint”, uma competição automóvel de caraterísticas ‘radicais’, que vai colocar os automóveis de competição a disputar uma espécie de super-especial sprint, nos terrenos dos antigos Estaleiros Navais de Lisboa.

É pelo meio dos metais retorcidos, contornando buracos, visitando pavilhões abandonados, que vai haver competição automóvel. As antigas instalações da Lisnave revitalizam-se para receber a Almada Extreme Sprint, num evento que vai decorrer nos dias 12 e 13 de outubro.

Foi desenhada uma interessante pista com 2600 metros na plataforma da Margueira, que os concorrentes e equipas percorrerão várias vezes na componente Velocidade e Regularidade, com carros de corrida e outros mais ‘civilizados’.

O evento, que tem como padrinho o piloto Rui Madeira, é organizado pelo Clube de Motorismo de Setúbal com o apoio da Câmara Municipal de Almada, SMAS de Almada e da Ford.

A Câmara Municipal de Almada apoia esta iniciativa, como refere a presidente da autarquia, Inês de Medeiros: “Almada está a afirmar-se, com uma dinâmica cada vez maior, como palco e destino privilegiado de inúmeras provas e eventos desportivos locais, nacionais, europeus e mundiais.”

Programa da prova

6F – 12 Outubro

Verificações Administrativas e Técnicas

(Facultativas) 15h00 / 22h00

Sábado -13 Outubro

Verificações Administrativas e Técnicas 07h30 – 09h00

Fecho da Pista 08h30

Exibições

Briefing 09h00

Reconhecimentos

Regularidade (Em fila a velocidade reduzida) 09h30 / 10h00

Sprint (Em fila a velocidade reduzida) 10h10 / 10h40

Exibições

Tempo de Referencia: Regularidade 11h15

Treinos Cronometrados: Sprint 12h30

Exibições

1ª Pass. – Regularidade 13h30

1ª Pass. – Sprint 14h45

2ª Pass. – Regularidade 16h15

2ª Pass. – Sprint 18h00

Pódio / Distribuição de Prémios 19h00

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva