Greenpeace despista carro contra o Museu Rainha Sofia

Ativistas defendem que carros a gasóleo e a gasolina devem ser olhados como peças de museu, já em 2028

0 aos 100 22/09/2018 Curiosidades

Os ativistas da Greenpeace realizaram este sábado uma ação contra a produção e comercialização de automóveis equipados com motores Diesel e gasolina em Madrid, no Museu de Arte Rainha Sofia. Para isso utilizaram um automóvel (um antigo Renault Laguna) que parecia ter sido “despistado” contra a fachada do edifício. 

A simulação, uma composição muito realista, pretende sublinhar a mensagem de que automóveis a gasolina ou a gasóleo devem ser olhados como peças de museu, já em 2028.

“Se o objetivo é que a temperatura média do planeta não suba mais que 1,5ºC, os motores a combustão, dentro de 10 anos, só podem estar em museus, como algo que pertence o passado”, explica a organização ambientalista.

A ação surge na mesma semana em que foi anunciada em Espanha uma medida dissuasora, para a compra de carros a gasóleo, que consiste na subida do preço do gasóleo, em 3,3 euros/mês.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva