Porsche voltou a produzir travões de tambor

Fábrica na Áustria funciona para colecionadores do Porsche 356

Miguel Costa 02/11/2017 Curiosidades

Ao mesmo tempo em que se preocupa em preservar as suas raízes, a Porsche é também uma das marcas que mais investem em inovação. E provas não faltam: motorizações turbo, transmissões de dupla embraiagem e desenvolvimento de tecnologias híbrida e elétrica são bons exemplos do vanguardismo da marca.

É por isso que pouca gente percebeu porque o construtor retomou a produção dos travões de tambor – uma tecnologia desfasada que não equipa os modelos da marca há anos. Mas existe um bom motivo por trás disto tudo: dar assistência aos proprietários do 356.

Vendido de 1948 a 1965, o modelo foi o primeiro da Porsche produzido em série. Partiu da Porsche Classic (o departamento da empresa especializado no restauro e manutenção de carros antigos) a ideia de voltar a fabricar travões de tambor – já que aproximadamente 70 por cento dos veículos produzidos pela Porsche ainda estão a circular e é cada vez menor a quantidade de peças de substituição para o 356 no mercado paralelo.

A linha de montagem na Áustria fornece componentes para os modelos 356 A (feito de 1955 a 1959), 256 B (de 1960 a 1963) e 356 C (1964 a 1965).

A má notícia é o preço. Cada peça custa 1.800 euros, ou seja, algo como 5.400 euros pelas quatro peças novas.

Deixe o seu comentário