Monza SP1 e SP2, o regresso dos carros de competição dos anos 50

Ferrari transformou 812 Superfast em dois Speedster

0 aos 100 18/09/2018 Noticias

São a mais recente criação da divisão de projetos especiais da Ferrari e prometem fazer roer de inveja os aficionados dos superdesportivos. Os Monza SP1 e SP2 são dois “speedster” (ou “barchettas”) inspirados nos carros de competição dos anos 50.

Os dois foram desenvolvidos a partir do 812 Superfast (sucessor do F12) e distinguem-se pela lotação. O SP1 não tem pára-brisas nem tejadilho e tem lugar apenas para o condutor.

Quem quiser ter companhia quando “voa” ao volante de um Monza, pode optar pelo Monza SP2, que é basicamente a mesma máquina, mas com lugar para condutor e passageiro.

Na apresentação reservada a um grupo restrito de clientes estiveram presentes três exemplares, dois SP1 (cinza e vermelho) e um SP2, de cor preta. Porém, foi o exemplar cinza do Monza SP1 que mais saltou à vista, já que o banco em couro castanho e a faixa amarela na carroçaria são uma clara homenagem ao Ferrari 250 GTO da equipa belga Écurie Francorchamps de Jacques Swaters.

Relacionadas:

Todos têm por base o 812 Superfast, modelo equipado com um motor V12 de 6.5 litros com 800 cv de potência e 712 Nm de binário. Tudo indica que estes dois modelos vão contar com a mesma mecânica, pelo que a aceleração dos 0 aos 100 km/h será feita em 2,9 segundos e a velocidade máxima estará fixada nos 340 km/h.

A produção estará limitada a apenas 200 exemplares, um número que ainda não é oficial, e deverão custar uma pequena fortuna. É de esperar que todas as unidades já estejam vendidas.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...