Piloto de Moto2 foi desclassificado, suspenso e agora despedido por ‘comportamento perigoso’

Marinelli Snipers Team anunciou o despedimento de Romano Fenati, depois do sucedido no GP de São Marino

Luis Neves 10/09/2018 Desporto

O piloto italiano Romano Fenati foi despedido esta segunda-feira pela Marinelli Snipers Team, depois do comportamento “antidesportivo e perigoso” protagonizado durante o Grande Prémio de São Marino em Moto2, no domingo.

Fenati, de 22 anos, já tinha sido suspenso por duas corridas pela organização do campeonato, depois de ter tocado na manete do travão do compatriota Stefano Manzi durante a corrida, quando seguiam a 200 km/h, tentando travar o adversário.

A equipa despediu o piloto devido ao gesto, que a formação italiana classifica como “irresponsável” e considera ter “colocado em perigo a vida de outro corredor, ato para o qual nenhum pedido de desculpas é suficiente”.

“Não sei como consegui não cair. (...) É difícil perdoar um gesto como este, em que um piloto tenta matar o seu rival a 200 quilómetros à hora”, disse, no domingo, Manzi, 22.º no Mundial.

Relacionadas:

Fenati abandona a prova depois de ser 19.º na classificação do Mundial após o GP de São Marino, no qual o português Miguel Oliveira (KTM) foi segundo, prosseguindo na mesma posição no campeonato, a oito pontos do italiano Francesco Bagnaia (Kalex).

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...
Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!