O Renault Mégane R.S. Trophy está de volta!

300cv para o mais desejado dos Mégane que tem em vista um novo recorde de Nurburgring

Luis Neves 19/07/2018 Noticias

Depois de muita espera, e quase desespera (em particular para os entusiastas dos compactos desportivos), finalmente foi mostrado o Mégane RS Trophy, o último candidato (e o mais forte?) a rei do Nurburgring.

O mais desejado dos Mégane estreia uma nova versão do motor 1.8 turbo, que debita 300 cavalos (mais 30cv que o Mégane RS) para um binário de 420 Nm (+20 Nm) com caixa EDC e de 400 Nm com caixa de velocidades manual.

É capaz de uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,7 segundos (menos 0,1 segundos face ao Mégane RS de 280cv), 0 aos 1000 metros em 24,8 segundos e uma velocidade máxima de 260 km/h (mais 10 km/h). O consumo médio anunciado é de 8,1 litros aos cem.

Está equipado com o sistema 4CONTROL de quatro rodas direcionais e os amortecedores de batentes hidráulicos de compressão, além do chassis Cup, que se distingue pelas suspensões com maior rigidez e um diferencial autoblocante mecânico Torsen.

Esta versão é, também, enriquecida com travões de disco dianteiros bimatéria, jantes Jerez de 19 polegadas, envolvidas em pneus 245/35 Bridgestone Potenza S001. A partir de 2019 estarão disponíveis jantes Fuji, também de 19 polegadas, mais leves em 2 kg cada, com pneus Bridgestone Potenza S007. O peso em vazio é de 1419 kg.

Os bancos dianteiros Recaro revestidos a Alcântara (que vemos nas fotos), e que permitem uma posição de condução 20 mm mais baixa, estão disponíveis em opção.

Por fora, o Mégane RS Trophy distingue-se por detalhes, a começar pelo Amarelo Sirius, a cor emblemática das versões Trophy (todas as cores do catálogo de cores do Mégane R.S. continuam disponíveis), as já referidas jantes de 19 polegadas e o stripping TROPHY aplicado na lâmina F1.

Ainda não são conhecidos preços para o novo Mégane RS Trophy, uma proposta que chega aos clientes neste inverno.

Deixe o seu comentário