Mercedes Classe C com motores Diesel mais potentes

220d, agora com 194cv, chega em julho

Luis Neves 22/06/2018 Noticias

A gama Classe C da Mercedes-Benz acaba de ser alvo da sua primeira atualização, quatro anos depois do seu lançamento. A estética é (pouco) renovada, mas a tecnologia e a mecânica surge com importantes atrativos. O primeiro passa pela substituição do motor turbodiesel de 2,1 litros pelo motor estreado no Classe E, um 2 litros que tem 194cv no 220d (antes 170cv). Chega já em julho, a partir de 49.950 euros.

Em agosto chegam os novos quatro cilindros Diesel de 1,6 litros (de origem Renault), o 180d e o 200d. O primeiro passa a ter 122 cavalos de potência (antes 116cv), o segundo 150cv (antes 136cv).

Em setembro será a vez do 300d (substituto do 250d de 204cv). Tem 2 litros de cilindrada (o mesmo bloco do 220d), 245cv e 500 Nm entre as 1.600 e as 2.400 rpm. Promete um consumo médio de apenas 5 litros aos cem.

Mais tarde, já em 2019, será a vez do novo híbrido 300 DE (híbrido Plug-in) com 194 cv do bloco de combustão interna e 112 cv do motor eléctrico. Espera-se uma autonomia em modo elétrico de 50 km e um binário máximo de 700 Nm.

Relacionadas:

Também nos motores a gasolina há novidades. Na fase de lançamento, já em Julho, estará disponível o novo C200 com um novo motor de 1.5 litros a gasolina, que alia um sistema eléctrico de 48 V, associando o motor de arranque e o alternador, com uma bateria específica. Tem as vantagens de um híbrido e garante 184 + 14 cv. Os preços começam nos 46.450 euros.

Mas há mais: na berlina de quatro portas, no coupé e no cabrio também está disponível o C300 que, apesar do nome, tem por base um motor de 2.0 litros com 258 cv, ou o C400 com 333 cv. Estas propostas só estão disponíveis no Coupé e no Cabrio.

Quanto ao exterior, o Classe C Limousine e Station surge com alterações, ainda que ligeiras, destacando-se a grelha frontal com lamela prateada (cromada no Avantagarde, com três barras no Exclusive) que passa a ser de série, e lateralizada por novas ópticas de halogéneo com luzes diurnas em LED – os LED High Performance e a novidade Multibeam LED com luzes de máximos Ultra Range são opcionais.

Os pára-choques acusam igualmente ligeiras mudanças, sendo que o traseiro passa a integrar um difusor (linha AMG), ao passo que os farolins exibem não só um novo desenho interior, como tecnologia LED.

No interior, as alterações são ainda mais discretas, e passam por um opcional painel de instrumentos totalmente digital de 12,3” (o de série é de 7″), além de um volante com novos comandos tácteis. Continuando, ao mesmo tempo, a dispor do touchpad na consola central, agora já com resposta táctil, e a que junta a possibilidade de comando por voz.

O sistema de acesso e arranque do motor sem chave passa igualmente, a partir de agora, a fazer parte do equipamento de série, assim como a integração do smartphone.

PREÇOS

Classe C Limousine

C220d (2.0 de 194 cv), 49.950 euros

C200 (1.5 Hibrido de 184+14 cv), 46.450 euros

Classe C Station

C220d (2.0 de194 cv), 51.460 euros

C200 (2.0 Hibrido de 184+14 cv), 47.950 euros

Classe C Coupé

C220d (2.0 de 194 cv), 52.950 euros

C200 (1.5 Hibrido de 184+14 cv), 49.450 euros

C200 (1.5 Hibrido 4MATIC de 184+14 cv), 53.700 euros

C300 (2.0 de 258 cv), 60.250 euros

C400 (3.0 4MATIC de 333 cv), 60.250 euros

Classe C Cabrio

C220d (2.0 de 194 cv), 61.900 euros

C200 (1.5 Hibrido de 184+14 cv), 54.400 euros

C200 (1.5 Hibrido 4MATIC de 184+14 cv), 62.650 euros

C300 (2.0 de 258 cv), 69.200 euros

C400 (3.0 4MATIC de 333 cv), 84.196 euros

Deixe o seu comentário