Milhares de Mercedes chamados às oficinas portuguesas por causa das emissões

Agora é a vez de Portugal. Alguns carros da Mercedes vão ter de ir às oficinas para fazer a atualização do software

0 aos 100 18/06/2018 Noticias

A Mercedes vai chamar às oficinas portuguesas milhares de automóveis para efetuar uma atualização ao sistema de controlo de emissões poluentes. Este recall faz parte de um mais alargado, na Europa, que abrange 744 mil veículos da marca, nomeadamente os Vito, Classe C e GLC.

Oficialmente, a Mercedes Portugal ainda não sabe ao certo quantos carros serão chamados. No entanto, fonte da marca revelou à TSF que serão alguns milhares de viaturas comercializadas no país e que terão de ser submetidas a uma intervenção técnica para mudanças no sistema de emissões.

“Estão em causa funções incluídas nos nossos sistemas integrados de controlo de emissões. Nos nossos sistemas integrados de controlo de emissões existem várias centenas de funções interligadas entre si, que não podem ser consideradas independentemente umas das outras. Essas funções são parte de um complexo sistema de controlo de emissões, concebido para assegurar um sólido controlo de emissões, em diferentes condições de condução e ao longo do ciclo de vida de um veículo”, revela a fabricante.

Segundo a Mercedes Portugal, “a ação de chamada abrange essencialmente os modelos Vito 1.6l Diesel (OM 622) e 2.2l Diesel (OM 651), bem como os modelos Classe C e GLC equipados com motor diesel de quatro cilindros. Alguns dos modelos pertencem a gerações anteriores que já não se encontram em comercialização”.

Os clientes serão informados por carta e, posteriormente, será marcada a visita à oficina. A atualização do software deve demorar cerca de uma hora, sendo que a marca da estrela garante que o “trabalho necessário para resolver este assunto será, naturalmente, realizado sem encargos para os clientes”.

Deixe o seu comentário