Passeio de Bugatti Veyron acabou mal

Acidente aconteceu durante expedição da Bugatti na Cordilheira dos Andes

Miguel Costa 24/10/2017 Noticias

Acidente aconteceu durante expedição da Bugatti na Cordilheira dos Andes. Condutor saiu ileso

Que carros combinam com uma expedição pela Cordilheira dos Andes? Se pensou em SUVs com tração às quatro rodas, capazes de superar qualquer obstáculo, desengane-se. Para a Bugatti, este é um percurso ideal para os hiperdesportivos Veyron e Chiron, produzidos em número limitado e a custar uns bons milhões de euros.

Pelo menos para um dos "aventureiros" que participaram nesta expedição organizada pela própria marca, a viagem não foi tão animada, já que se despistou e só parou fora de estrada, com o seu Veyron Grand Sport Vitessse (o descapotável), de 1.200 cavalos imobilizado em cima de pedras.

Segundo o site Autoblog.com.ar, o acidente aconteceu na Cuesta de los Caracoles, entre Santiago, no Chile, e Mendoza, na Argentina. O condutor saiu ileso.

Quanto a danos, pelo que se consegue identificar, a grelha e o pára-choques frontal ficaram destruídos e a ponteira de escape esmagada. Fora, claro, os extensos riscos na pintura e o risco de danos na carroçaria do Bugatti Veyron, que do local saiu de reboque.

O Veyron, recorde-se, foi produzido entre 2006 e 2015. O Coupé teve 300 unidades produzidas e o Grand Sport, como foi batizado o descapotável, a 150.

Deixe o seu comentário