Gasolina ou híbrido, nada mais: S60 será o primeiro Volvo sem motores Diesel

Volvo dá o primeiro passo para a completa eliminação das motorizações diesel na sua gama

Luis Neves 16/05/2018 Noticias

Numa entrevista concedida ao Financial Times, Samuelsson, o CEO da Volvo, Håkan Samuelsson, confirmou que o Volvo S60, que chega no início de 2019, será o primeiro Volvo sem qualquer opção Diesel.

A confirmação representa um passo importante para a Volvo, um ponto de inflexão em sua estratégia que sustenta o anúncio feito pela marca para a forte aposta na eletrificação da gama no curto e médio prazo. Em 2025, a Volvo espera que 50 por cento das suas vendas sejam de veículos elétricos.

O primeiro passo para o abandono do Diesel já está a ser dado, com migração para motores a gasolina mais eficientes, mas acima de tudo para sistemas híbridos plug-in (de ligar à tomada).

Relacionadas:

Para a Volvo, a renúncia ao motor diesel não se deve apenas aos escândalos de emissões e à maior pressão que existe atualmente sobre eles, mas também devido à maior complexidade e custo destes motores à medida que entram em vigor regulamentos mais restritivos contra a poluição.

Diante desse cenário, a continuidade de investimentos não tem sentido e, por isso, a Volvo já anunciou que no futuro da sua oferta a diesel, contempla apenas uma evolução, sem novos investimentos ou mais desenvolvimento em novos motores movidos a diesel.

Mas esta estratégia não se fica apenas aqui. É que num futuro não muito distante, esse abandono será replicado com os motores a gasolina para atingir a meta de uma gama 100 por cento elétrica.

Desta forma, o novo S60 contará com as versões T5 e T6 a gasolina e duas versões híbridas a gasolina com baterias de 10kWh e capacidade para 45km sem emissões poluentes. Serão eles o T6 TwinEngine, com 340cv e 590Nm, e o T8 Twinengine, com 390cv e 640Nm.

Deixe o seu comentário