Rali de Portugal: cerca de 400 cavalos de Viana recolhidos

Prova começa a 17 de maio e termina dia 20, domingo

Luis Neves 14/05/2018 Noticias

Cerca de 400 cavalos garranos, criados em liberdade no monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo, foram recolhidos para um terreno vedado a fim de se garantir segurança à passagem do Rali de Portugal pelo concelho, na sexta-feira.

"O trabalho de recolha dos animais ficou concluído no domingo. Estão concentrados num terreno da Associação de Criadores de Garranos e Barrosã de Santa Luzia, em Santa Luzia", explicou à Lusa o presidente daquela estrutura, José Franco.

Relacionadas:

O presidente da Associação de Criadores de Garranos e Barrosã de Santa Luzia, com sede em Viana do Castelo, adiantou que "aquela medida de segurança, realizada desde que o Rali de Portugal voltou ao Norte, em 2015, tem o apoio da organização da prova".

"Temos um acordo com a organização do rali que nos dá 60 rolos de palha para garantir a alimentação dos animais. Se não for suficiente a associação garante o resto", adiantou.

O garrano é uma raça protegida, devido ao risco de extinção, encontrando-se por isso muito poucos no meio selvagem ou na posse de criadores. Este animal tem membros e orelhas curtas e o perfil da cabeça é reto ou côncavo.

Tem a sua origem no Ibérico pré-histórico de pequena estatura que era característico das regiões montanhosas do norte da Península Ibérica, sendo considerado por vezes um pónei.

Deixe o seu comentário