Rolls-Royce Cullinan revelado a 10 de maio

Primeiro SUV da marca britânica será o mais caro e mais luxuoso do mercado

0 aos 100 01/05/2018 Noticias

O primeiro SUV da Rolls-Royce, o Cullinan, será mostrado pela primeira vez dentro de dias, a 10 de maio.

O SUV, que enverga o nome do maior diamante jamais encontrado (621 gramas) e baptizado com o nome do dono da mina sul-africana, Thomas Cullinan, recorre à plataforma do Phantom, que por sua vez é a mesma que serve os BMW Série 7 e X7.

Para já ainda pouco se sabe, e a Rolls-Royce também não adianta detalhes. Sabe-se, contudo, que seguirá os passos do Phantom e adotará uma dianteira “familiar”, com a proeminente grelha, ladeada por óticas retangulares.

Terá portas traseira de abertura invertida (solução conhecida como portas “suicida”), óticas traseiras semelhantes às do Phantom, escape com dupla saída e um spoiler traseiro.

No interior daquele que promete ser o SUV mais luxuoso do mercado destaque para um painel de instrumentos digital, assim como um evoluído sistema de infoentretenimento, que terá um comando tipo iDrive (utilizado na BMW) na consola central.

Contudo, a maior curiosidade estará integrado no portão da bagageira, duas cadeiras e uma mesinha que se armam automaticamente ao pressionar de um botão. Denominado Viewing Suite, este opcional faz com que o Cullinan monte, de forma imediata, uma verdadeira esplanada para dois.

Quanto à mecânica ainda não há qualquer confirmação oficial, mas deverá recorrer ao mesmo motor V12 twin-turbo de 6,75 litros do Phantom, com 570 cv, abaixo dos 608 do Bentley Bentayga.

À semelhança do Phantom, o Cullinan possuirá uma caixa automática da ZF, com oito velocidades, mas um sistema de transmissão integral derivado da BMW, optimizando a tracção e distribuindo-a pelas rodas com mais aderência.

As previsões são de que o Cullinan venha a exibir preços mais altos que o Phantom. O que, a acontecer, deverá fazer deste SUV o carro mais caro do mercado. 

Deixe o seu comentário