Adamastor, o desportivo 'made in Portugal'

O novo carro desportivo português já cumpriu a primeira etapa de testes dinâmicos, no circuito Vasco Sameiro

Luis Neves 30/04/2018 Noticias

Está terminada a primeira etapa do programa de testes dinâmicos do Adamastor, um carro desportivo português, que decorreu no Circuito Vasco Sameiro, em Braga.

O Adamastor, um projeto da Circleroad, empresa que atua na área da fabricação automóvel, é um desportivo “concebido para a pista, mas apto e homologado para a circulação em estrada”, conforme revela a empresa em comunicado.

O nome escolhido remete para a mítica criatura, que nos “Descobrimentos” encarnava as forças da natureza para travar o progresso dos marinheiros lusos, como Luís de Camões descreveu na sua epopeia, Os Lusíadas.

O Adamastor será um modelo altamente personalizável e produzido em estreita cooperação com o cliente, o que tornará assim cada modelo único. Além disso, o cliente pode ainda acompanhar a produção desde o primeiro dia.

“O Adamastor foi construído de raiz para despertar o piloto que há em nós, tendo resultado num automóvel puro e que proporciona uma experiência de condução ímpar”, referem os sócios-fundadores da empresa, Ricardo Quintas e Nuno Faria.

Quanto à mecânica, o cliente terá várias opções à disposição, de motores de 4 a 6 cilindros a gasolina, com cilindradas entre os 2 e os 3,5 litros e potências entre os 264 e 529cv. Confirmado que a versão de testes está equipada com um motor V6. 

Segundo Frederico Tomé Ribeiro, responsável do Departamento de Engenharia, “os parâmetros técnicos do modelo foram desenvolvidos para operar como um todo, valendo pelo seu conjunto – proporcionando uma experiência de condução excitante e poderosa”.

A produção, que deverá arrancar ainda este ano, será limitada, desconhecendo-se ainda em que números, assim como os preços para se ter esta “obra de arte” da engenharia lusa.

Deixe o seu comentário