Volkswagen não desiste do Diesel e mostra motor TDi semi-híbrido

Vem aí um 2.0 TDi melhorado para ser mais eficiente, potente e amigo do meio ambiente

0 aos 100 27/04/2018 Noticias

Os tempos que se aproximam parecem ser tudo menos favoráveis para os motores a gasóleo, mas a Volkswagen dá mostras de determinação em não deixar morrer a tecnologia.

A solução imediata foi apresentada esta semana no Simpósio de motores de Viena, na Áustria, e passa por por um novo motor TDi mais limpo, o EA288 Evo. Em causa um novo motor turbodiesel, quatro cilindros, de 2.0 litros que fará parte da gama dos futuros modelos do Grupo Volkswagen.

O motor representa o arranque de uma nova etapa para a gama diesel do grupo alemão, pois o 2.0 TDI passa a adotar uma solução semi-híbrida. Ou seja, alternador e motor de arranque são substituídos por um motor-gerador elétrico, alimentado por um sistema elétrico paralelo, não de 48 V, mas sim de 12 V, conjugado com um conjunto de baterias de iões de lítio, uma solução que promete reduzir emissões e consumos.

Segundo a Volkswagen, a principal diferença entre o novo bloco e unidades TDI antecedentes é reflectida “pelos baixíssimos níveis de emissões registados em todos os ciclos de teste.”

Relacionadas:

A Volkswagen adianta que o EA288 Evo estará disponível em várias especificações, com potências desde 136 cv (100 KW) até aos 204 cv (150 kW). A Audi será a primeira marca do grupo a equipar o novo motor nos seus modelos. Posteriormente, será integrado em modelos da Volkswagen, Skoda e Seat assentes na plataforma MQB.

A nova motorização diesel promete ser mais ecológica que as actuais. Para além de terem implementado um sistema semi-híbrido, com a inclusão de uma bateria de lítio, os engenheiros reconfiguraram o processo de combustão para optimizar a eficiência e melhorar a resposta do turbo. O filtro de partículas foi redesenhado e apresenta agora uma durabilidade superior.

Para já a Volkswagen garante emissões reduzidas até 10 g/km, além de que o EA288 Evo cumpre os critérios (mais exigentes) do ciclo WLTP (Worldwide Harmonized Light vehicles Test Procedure) que substituirá o NEDC (New European Driving Cycle) a partir de Setembro.

Deixe o seu comentário