Confirmado: todos os Lamborghini serão híbridos

Anúncio foi feito pelo próprio CEO da marca do “touro”, Stefano Domenicali

Luis Neves 23/04/2018 Noticias

A Lamborghini vai ceder na sua opção exclusiva pelos motores a gasolina, passando a oferecer motorizações híbridas, já a partir de 2020. O anúncio foi feito pelo próprio CEO da marca do “touro”, Stefano Domenicali.

O responsável garantiu que as próximas gerações do Aventador e do Huracán, agendadas para 2020 e 2022, respetivamente, contarão com sistemas híbridos plug-in (de ligar à tomada).

Relacionadas:

Para já, descartada pelo diretor técnico da marca de Sant’Agata Bolognese encontra-se a hipótese de introdução de turbocompressores. A solução será através da hibridização dos V10 e V12. O problema é o de sempre em carros desportivos: o acréscimo de peso.

“Os maiores problemas têm a ver com a acomodação e o peso das baterias. Sim, estes serão Lamborghini silenciosos, mas apenas até ao momento em que o condutor pressionar mais fortemente o acelerador. O silêncio apenas durará alguns segundos, até à entrada em cena do motor de combustão”, explicou Maurizio Reggiani, diretor técnico da Lamborghini.

A solução poderá passar por um sistema semelhante ao da Porsche, como o usado no Panamera Turbo S E-Hybrid, e que adiciona ao V8 4.0 litros biturbo com 550 cv, um motor elétrico de 136 cv, garantindo 680 cv combinados.

No caso dos atuais Aventador e Huracán, poderá resultar, respetivamente, num total de 872 cv e 768 Nm de binário e 738 cv e 638 Nm, mas também um acréscimo de 300 kg ao peso. Por outro lado, poderemos vir a ver Lamborghinis com autonomia elétrica para 50 km.

Já quanto a um Lamborghini 100% elétrico, é o próprio CEO da marca italiana, Stefano Domenicalli, que revela que, só lá para 2026, tal hipótese poderá ter concretização.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...