Grupo PSA corta concessionários da Opel

Primeiro passo para a recuperação financeira da marca alemã

0 aos 100 19/04/2018 Noticias

É uma das medidas de Carlos Tavares para devolver a saúde financeira à Opel. Pelo menos um terço dos concessionários na Europa, entre 1.500 a 1.600 concessionários, vão desaparecer, depois do Grupo PSA ter cancelado todos os contratos que tinha com os seus distribuidores, respeitando os dois anos de pré-aviso.

Em 2020 serão assinados novos contratos de representação, mas com um reduzido número de concessões.

Aos futuros representantes será imposto – e subsidiado – um menor número de exigências no capítulo de imagem, áreas e afins, centralizando os apoios “nos objectivos comerciais e na satisfação do cliente”, afirmou o diretor de vendas e marketing da Opel, Peter Kuespert à Automotive News.

Relacionadas:

No Reino Unido, por exemplo, 100 dos 324 concessionários da Opel/Vauxhall vão fechar.

A decisão faz parte do plano PACE, que a PSA delineou para recuperar a Opel e interromper o ciclo de 15 anos de prejuízos consecutivos que a marca alemã obteve, quando era pertença dos americanos da GM.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...