BMW suspende produção do Série 7 a gasolina por um ano

Troca do NEDC pelo WLTP faz várias vítimas na BMW, incluindo o M2 e o M3. E o M550i só se safa com filtro de partículas. Salvam-se os Diesel

0 aos 100 21/03/2018 Curiosidades

A BMW vai interromper a produção dos Série 7 a gasolina, durante um ano inteiro. Também o M550i xDrive, igualmente a gasolina, com o 4.4 V8 a debitar 462 cv, vai ver a produção interrompida a partir de Maio e só deverá regressar antes do segundo semestre do ano.

A culpa dá pelo nome de Worldwide Harmonized Light Vehicle Test Procedure (WLTP), que substitui o velho e pouco eficaz método de determinação de consumos e emissões, o New European Driving Cycle (NEDC).

Com a entrada em cena do WLTP, que embora continue a ser apurado em condições laboratoriais, está bastante mais próximo da realidade, alguns motores, nomeadamente a gasolina, não cumprem com os regulamentos.

É o caso de todos os motores a gasolina do Série 7, os quais, devido às medidas mais restritivas impostas pelo WLTP, terão de ver reformulado e reconstruído o seu sistema de escape, que receberá um filtro de partículas.

Ironicamente, as motorizações Diesel (730d, 740d e 750d) não são afetadas, visto que estas motorizações já estão todas equipadas com todos os sistemas de controlo de emissões necessários.

Relacionadas:

Outro modelo que fica temporariamente indisponível, pelo menos até ao segundo semestre do ano, é o M550i xDrive, também ele a gasolina. Já o novo M5 vai incluir logo à nascença o filtro, que os diesel já utilizam há anos.

M2 e M3 sem solução. Salva-se o M4

Contudo, o WLTP já ditou o afastamento de vários modelos. É o caso do M3, que entregou a alma ao criador, ou seja, sai da gama em agosto por não cumprir os limites impostos pela nova regulamentação.

O mesmo aconteceria com o M4, a versão de duas portas do M3, mas ao ser um modelo mais recente, justifica o investimento numa rehomologação após a inclusão de um filtro de partículas.

Outro que desaparece é o M2, embora só na versão convencional, já que o M2 Competition, que chega em breve, recorrerá ao motor S55 do M4.

Deixe o seu comentário