Grupo PSA publica resultados das emissões em condições reais de utilização

Medidas as partículas e o NOx já ao abrigo dos protocolos WLTP e RDE (Real Driving Emissions)

0 aos 100 08/03/2018 Curiosidades

O grupo PSA, que compreende a Citroen, DS e Peugeot (além da Opel), publicou os resultados das emissões em utilização real para cinco dos seus modelos. Foram medidas as partículas e os NOx já ao abrigo dos protocolos WLTP e RDE (Real Driving Emissions).

Estes são os primeiros resultados das medições de NOx (óxidos de azoto) e partículas obtidos em cinco veículos das marcas Peugeot, Citroën e DS, nomeadamente os Peugeot 208, 308 e 308 SW, juntamente com o Citroen C3 e DS 7 Crossback, segundo a norma Euro6.

(1) Valores de emissões médios estimados, baseados nos dados obtidos no protocolo de testes para um veículo com uma quilometragem média entre os 1000 e os 20 000 km na altura do teste. Estas estimativas são fornecidas, apenas e só, como referência e a título de informação, baseando-se nas assunções e condições do protocolo de testes.

Estas estimativas são mantidas completamente à parte dos valores de emissões de NOx e NP inerentes à diretiva 2007/46/EC (que retrata os verdadeiros valores oficiais) e, por essa razão, não têm aplicação na generalidade. As emissões de NOx aumentam com a quilometragem e variam de acordo com as condições de utilização do veículo. O protocolo de testes está disponível no portal do Groupe PSA em www.groupe-psa.com

As medições de poluentes estarão disponíveis para 80% dos veículos Euro6.d-temp vendidos na Europa até ao final de 2018 em termos de Veículos de Passageiros (VP) e até final de 2019 para Veículos Comerciais Ligeiros (VCL).

O protocolo de medições será estendido aos modelos da Opel em 2018 e às versões híbridas do Groupe PSA em 2019.

Adicionalmente, em complemento às medições de consumos de combustível em condições reais de utilização, já publicadas para os VP, o Groupe PSA publica este mês, nos sites das marcas, as medições de consumos para toda a sua gama de veículos comerciais ligeiros Euro 6.b: Peugeot Partner, Expert e Boxer e Citroën Berlingo, Jumpy e Jumper.

Esta abordagem é produzida em colaboração com duas ONG – a T&E e a FNE – sob a supervisão do Bureau Veritas.

“Cumprimos o objetivo atual fixado pela regulamentação europeia com 3 anos de antecedência para as emissões de poluentes em condições reais de utilização. Iremos continuar com esta abordagem de transparência junto dos nossos clientes, através deste compromisso iniciado em 2015 e que continua a fazer a diferença no setor”, afirmou Gilles le Borgne, Diretor de Qualidade e Engenharia do Groupe PSA.

Deixe o seu comentário