Risco de incêndio. BMW chama Série 3 à oficina

Veículos envolvidos foram fabricados entre 2006 e 2012

0 aos 100 24/02/2021 Noticias

A BMW vai recolher mais de 545 mil carros, dos quais 430.000 foram comercializados na Alemanha, por apresentarem risco de incêndio, segundo indicação da autoridade federal alemã para o transporte rodoviário, a KBA. 

Segundo a imprensa alemã, a recolha foi tornada pública pela KBA em meados de janeiro e, de acordo com a BMW, a reparação, gratuita para os proprietários, envolve a verificação da ficha de ligação do ventilador que fornece o fluxo de ar aos sistemas de ventilação e ar condicionado.

Veja ainda:

A KBA adianta que, em certas condições há o risco de determinados cabos elétricos serem descarnados por frição entre eles. Esta deterioração pode conduzir a um excesso de temperatura que pode provocar um curto-circuito e, de seguida, um princípio de incêndio.

Os veículos envolvidos foram fabricados entre 2006 e 2012, com a BMW a apontar uma falha no serviço de controlo de qualidade como responsável pelos princípios de incêndio.

De referir que esta recolha está relacionada com outra verificada em 2017 nos EUA, onde a entidade competente, a NHTSA, obrigou a BMW a reparar 702.965 mil veículos produzidos entre 2006 e 2011.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ao volante do Hyundai Kauai Hybrid. Inteligência funcional
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva