Mário Patrão desiste de participar no Dakar2021: 'É muito revoltante e triste'

Piloto de Seia anuncia ausência por estar a recuperar de fratura do fémur

0 aos 100 27/12/2020 Desporto

Mário Patrão, que fraturou o fémur no início deste mês, anunciou este domingo que não vai disputar em janeiro o Dakar 2021, uma vez que ainda está a recuperar da lesão.

“Estou fora do Dakar 2021! É muito revoltante e triste depois de um ano de preparação e teres tudo pronto para iniciar e seres obrigado a assistir à distância. Fiz tudo o que era possível para tentar recuperar, mas esse tudo foi pouco para a lesão em causa”, anunciou, nas redes sociais.

O motard de Seia vai ficar a recuperar “e a torcer para que tudo corra da melhor forma a todos os pilotos que estão na partida” para a 43.ª edição da prova de todo o terreno.

Patrão ia competir com a sua KTM na categoria MalleMoto, sozinho e sem direito a qualquer tipo de assistência.

Veja ainda:

Portugal vai ter mais de uma dezena de competidores em ação, sendo que nas motos se destaca o estreante Rui Gonçalves, antigo vice-campeão mundial de motocrosse, que pilotará uma Sherco.

Ruben Faria volta a comandar a equipa da Honda, que irá defender o título conquistado em 2020 pelo norte-americano Ricky Brabec.

Joaquim Rodrigues Jr (Hero), Alexandre Azinhais (KTM) e o luso-germânico Sebastian Buhler (Hero), que alinha com licença alemã, são os restantes motards em prova.

Nos automóveis, o leiriense Ricardo Porém (Borgward) repete a aposta de 2020 e com o irmão Manuel ao seu lado, como navegador.

Já o navegador Filipe Palmeiro alinha com o lituano Benediktas Vanagas, num Toyota.

Nos camiões, alinham José Martins (Iveco) como piloto, Nuno Fojo (Man) da Polaris Racing, como co-piloto do espanhol Alberto Herrero.

Também o navegador Armando Loureiro será co-piloto, deste caso de Jordi Iniesta (Man).

Por fim, nos SSV, participam Rui Miguel Carneiro/Filipe Serra (MMP) e Lourenço Rosa/Joaquim Dias (Can-Am).

A 43.ª edição do Dakar disputa-se na Arábia Saudita de 02 a 15 de janeiro.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente