Velocidade Furiosa. Cena do Corvette voador custou mais de 20 milhões de euros

Ao todo foram utilizadas 12 réplicas do Chevrolet Corvette Grand Sport Sting Ray

0 aos 100 10/12/2020 Curiosidades

A popular e impressionante cena do roubo de carros de um comboio no filme “Velocidade Furiosa 5” custou 25 milhões de dólares (o equivalente a mais de 20 milhões de euros). A Universal construiu a linha férrea e comprou os vagões para fazer as cenas do filme.  

A revelação foi feita pelo consultor técnico dos primeiros filmes da franquia Velocidade Furiosa, Craig Lieberman, que analisou no seu canal no YouTube, uma das mais impressionantes cenas do filme, onde entra o português Joaquim de Almeida.

Como é natural, a maior parte dos desportivos utilizados eram réplicas, uma vez que destruir desportivos de coleção, logo extremamente caros, não seria o ideal para uma cena que já de si teria um custo elevado.

Para se ter uma ideia, 12 Chevrolet Corvette Grand Sport Sting Ray foram comprados à construtora de réplicas Mongoose Motorsports. Cinco eram carros de acrobacias, sendo que três foram disparados de um canhão de ar de um penhasco para dentro de um lago.

Os outros dois utilizavam chassis de Volkswagen Beetle, e foram modificados para fora de estrada.

No final tudo ficou pago, com o filme a faturar nada menos que 626 milhões de dólares (mais de 515 milhões de euros) em bilheteira.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva