Gasolineiras travam descida do preço dos combustíveis

Hipermercados foram os que aumentaram mais a margem de comercialização

0 aos 100 09/12/2020 Noticias

As cotações dos preços do petróleo e derivados têm estado a descer nos mercados internacionais, mas a queda dos preços tem sido travada nas gasolineiras, devido ao aumento dos ganhos de comercialização.

Os postos de combustíveis têm aproveitado para subir as margens, que, no primeiro semestre, subiram 33,8% na gasolina e 20,7% no gasóleo, alcançando, respetivamente, 20 e 19 cêntimos por litro, mostram os dados da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Os hipermercados foram os que praticaram preços mais baixos e o os que mais subiram as margens. No caso da gasolina simples, cresceram para 11,9 cêntimos por litro (mais 50,6% em relação ao ano passado) e no caso do gasóleo para 10,5 cêntimos (mais 40,8% face a 2019).

No global, neste período, o preço médio do gasóleo foi de 1,3 euros por litro, enquanto o da gasolina atingiu 1,553 euros por litro.

De acordo com dados da ERSE, Bragança é o distrito em que o preço dos combustíveis é mais caro, enquanto Castelo Branco é o mais barato.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente