MX-30. O SUV coupé elétrico da Mazda já está disponível

SUV elétrico da Mazda rompe com as tendências, não faltando até cortiça portuguesa

0 aos 100 27/10/2020 Noticias

É SUV, é Coupé, é elétrico e tem um preço de 35.250 euros, que pode ficar abaixo dos 30.00 euros com a campanha da Mazda ou como compra por parte das empresas. Falamos do Mazda MX-30, uma proposta de estética muito apelativa e diferenciada, que procura cativar os amantes de SUV – tão só uma das carroçarias mais procuradas.

Com exatamente as mesmas dimensões do CX-30, em comprimento (4,395 m), largura (1,795 m) e distância entre eixos (2,655 m), o MX-30 é apenas 3 cm mais alto do que o “irmão” a combustão, pela necessidade de alojar um conjunto de baterias com 35,5 kWh, responsável por alimentar o motor eléctrico de 107 kW (145 cv).

A grande diferença (e aquela que salta mais à vista) é o formato de SUV Coupé de duas portas, sendo que existem outras duas ‘freestyle’ de abertura antagónica (que caracterizam outro modelo emblemático da marca, o desportivo RX-8 com motor rotativo), que dão acesso aos lugares traseiros.

O interior segue a tendência do exterior, ou seja, diferenciada dos restantes modelos da Mazda, destacando-se pela utilização de materiais recicláveis, incluindo cortiça recolhida de inúmeros sobreiros portugueses.

Tem ainda uma consola central flutuante, posicionada de forma independente do tablier e dos componentes internos circundantes, enquanto a bagageira oferece 366 litros de capacidade.

O porquê de MX-30?

A utilização do prefixo MX, que remete para o MX-5 ou até dos saudosos MX-3 ou MX-6, por exemplo, deve-se ao facto de ser um modelo diferente ou inesperado. Para a Mazda, MX significa o “desejo de criar novos valores”, o que acontece com o MX-30.

Quanto a desempenho, os 145cv do motor elétrico permitem ao MX-30 acelerar dos 0 aos 100 km/h em 9,7 segundos, registando um consumo energético de 19 kWh/100 km. A velocidade máxima está limitada a 140 km/h.

A bateria de 35,5 kWh garante 200 km de autonomia em ciclo WLTP (265 km em cidade, igualmente em ciclo WLTP). A autonomia (abaixo de alguns concorrentes) reflete o seu posicionamento como veículo de vocação vincadamente urbana, além de ter como objetivo a melhor relação entre a autonomia e o preço, uma vez que baterias de maior capacidade iria refletir-se no aumento do preço.  

O carregamento varia entre os 36 minutos (20 a 50% a 50kW) e as 14 horas na tomada doméstica AC a 2,3 kW. A 6,6 kW uma carga completa demora 5 horas.

Em Portugal está disponível uma só opção de equipamento Excellence, que depois pode ser combinada com vários pacotes de equipamento, dependendo das necessidades e exigências do cliente. Os preços arrancam nos 35.250 euros, que descem com a oferta equivalente ao apoio ambiental de 3.000 euros e de um voucher de valor equivalente às prestações de 2020 até um valor máximo de 1.000 euros.

No caso das empresas, sem IVA o MX-30 tem um custo abaixo dos 30.000 euros, ao que pode ser acrescentado as mesmas campanhas disponíveis para os clientes particulares, podendo o preço descer até aos 23.000 euros.  

Preços:

  • MX-30 e-Skyactiv (35,5 kWh) 145 cv Excellence – 35.250 euros
  • MX-30 e-Skyactiv (35,5 kWh) 145 cv Excellence + Plus Pack + Modern Confidence – 37.660 euros
  • MX-30 e-Skyactiv (35,5 kWh) 145 cv Excellence + Plus Pack + Modern Confidence + Pack Premium + Pack TAE – 39.760 euros
  • MX-30 e-Skyactiv (35,5 kWh) 145 cv Excellence + Plus Pack + Vintage Leatherette – 37.660 euros
  • MX-30 e-Skyactiv (35,5 kWh) 145 cv Excellence + Plus Pack + Vintage Leatherette + Pack Premium + Pack TAE – 39.760 euros

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva