F1 e MotoGP em Portugal: as medidas de segurança para o público

AIA vai receber este ano o Mundial de Fórmula (25 de outubro) e Mundial de MotoGP (22 de novembro)

0 aos 100 13/09/2020 Desporto

Quem for assistir aos Grandes Prémios de Portugal em Fórmula 1 e MotoGP, ambos a ter lugar no Autódromo Internacional do Algarve, vai receber o bilhete em casa, a partir de 30 de setembro (MotoGP a partir de 1 de novembro), com uma planta a indicar por onde entra e onde deve estacionar o carro.

Esta é uma das medidas que serão aplicadas aos espectadores no regresso da Fórmula 1 e MotoGP a Portugal. "Há um guia para garantir que a pessoa se senta no seu lugar sem parar, perder tempo ou estar em filas. Para que seja um processo linear e seguro. Tem sempre de andar de máscara e os lugares são em filas alternadas e com um lugar de intervalo de cada lado. Teoricamente, daquilo que vimos com a DGS e num teste com as Superbikes, correu bem", adianta o administrador do Autódromo Internacional do Algarve (AIA), Paulo Pinheiro.

Haverá, ainda, estacionamento em Portimão para quem quiser deixar o carro e autocarros que deixam as pessoas à porta da sua bancada.

A maior preocupação, contudo, prende-se com as entradas no recinto. "O que mais nos preocupa é aquela fase entre o estacionamento e o torniquete. Potencialmente, é onde o público poderá afunilar. Triplicámos o número de entradas para o que seria normal para garantir que não há qualquer congestão", explica o responsável.

As portas do Autódromo algarvio abrem às 07:00, sendo que, no domingo, a corrida de Fórmula 1 começa às 14:10 e a de MotoGP às 13:00.

"No documento que enviámos às pessoas fazemos uma sugestão de hora de chegada, em função da bancada e do local de origem", disse ainda.

Para que os eventos sejam um sucesso e tenham continuidade no futuro, Paulo Pinheiro sublinha a necessidade de um envolvimento conjunto.

"Se quisermos ter a Fórmula 1 muitos anos, temos todos de tentar que isso aconteça. É uma situação extraordinária e as regras são importantíssimas para garantir que tudo corre bem", frisou.

Veja ainda:

A venda de bilhetes decorrerá apenas até 15 dias antes de cada evento.

Nesta altura, a procura de bilhetes é maioritariamente de público português (60 por cento).

Fotos: Facebook Autódromo Internacional de Portimão

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva