Portugal não muda ISV dos carros importados e Bruxelas avança para tribunal

Comissão Europeia avançou com ação em relação aos impostos a veículos usados importados

0 aos 100 25/06/2020 Noticias

A Comissão Europeia (CE) avançou com um processo judicial contra Portugal, por considerar que o país distorce as regras de cálculo do Imposto Sobre Veículos (ISV), avança o “Público”, que teve acesso a uma carta da CE.

Na carta, a CE terá pedido àquele tribunal que «declare que, ao não desvalorizar a componente ambiental no cálculo do valor aplicável aos veículos usados introduzidos no território da República Portuguesa e adquiridos noutros Estados-membros no âmbito do cálculo do imposto de registo [o ISV], a República Portuguesa não cumpriu as obrigações que lhe incumbem por força do artigo 110.º do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia». Bruxelas pede que o Estado português seja condenado.

Veja ainda:

A CE entende que o Fisco discrimina carros usados importados de outros países da União Europeia, porque desvaloriza a componente da cilindrada em função da idade do veículo, mas não faz o mesmo na componente ambiental.

De acordo com o jornal, o processo deu entrada a 28 de Abril Tribunal de Justiça da União Europeia. No entanto, só está quinta-feira foi dado a conhecer a Portugal, que se recusou a alterar as regras ao longo do último ano, por entender que não faz sentido desvalorizar pela idade a componente ambiental, porque o carro não deixou de poluir.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva