Renault Clio e Captur já têm versões a GPL

Novas opções Bi-Fuel utilizam o motor a gasolina 1.0 TCe 100 cv

0 aos 100 08/04/2020 Noticias

A Renaul acaba de estender a tecnologia Bi-Fuel (com depósito gasolina e outro a GPL) aos novos Clio e Captur. O motor escolhido é o novo 1.0 TCe de 3 cilindros, turbocomprimido, e 999 cc (100 cv e 160 Nm), associado a uma caixa manual de cinco velocidades.

Disponível no nível de equipamento Intens, o novo Clio TCe 100 Bi-Fuel começa nos 18.610 euros. O Captur é proposto nos níveis Zen, que arranca nos 20.790 euros, e Exclusive, cujo valor sobe para 22.590 euros.

Isto significa que estes modelos custam mais 800 euros face às versões a gasolina equipadas com o mesmo motor a gasolina.

Com o programa de abate para automóveis para mais de 12 anos lançado pela Renault para o ano de 2020 a diferença entre o incentivo dado para a aquisição de um automóvel Bi-Fuel (1.250 euros), permite que, em conjunto com o valor poupado no custo do combustível, a diferença de preço entre o gasolina e o Bi-Fuel seja praticamente amortizado ao fim de um ano.

Veja ainda:

Todas as versões Bi-fuel são montadas em fábrica, sendo que o motor TCe 100 Bi-Fuel é equipado com válvula de retenção, limitador de enchimento a 80%, limitador de fluxo, electroválvula e válvula de segurança.

Poupança de 450 euros por ano

Para uma quilometragem anual de 20.000 km, realizada maioritariamente recorrendo ao GPL, a diminuição no custo do combustível ascende a quase 450 euros quando comparado com o motor a gasolina com a mesma potência. Para o diesel, o valor necessário para percorrer a mesma quilometragem é praticamente o mesmo.

Por outro lado, também a versão Bi-Fuel do motor TCe 100 revela-se mais amiga do ambiente, ao emitir menos cerca de 10% de emissões que a proposta entrada de gama a gasolina.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ao volante do Hyundai Kauai Hybrid. Inteligência funcional