Primeiro SUV elétrico da Ford vai chamar-se Mach1

Ford promete 'a aceleração de um carro elétrico de competição'

Miguel Costa 15/01/2018 Noticias

Jim Farley, CEO da Ford, aproveitou o arranque do Salão de Detroit, esta segunda-feira, para confirmar que o primeiro SUV elétrico da marca da oval chega em 2020 e vai chamar-se... Mach1 (sim, leu bem: Mach1).

A escolha é tudo menos inocente, uma vez que recupera a desinagação utilizada nas versões mais desportivas do Ford Mustang: lançado pela primeira vez em 1969, acompanhado por uma ligeira atualização e um dos motores mais poderosos da Dearborn, o Cobra Jet - um V8 de 7.0 litros de cilindrada.

O CEO da Ford não adiantou detalhes sobre este Mach 1, mas o logotipo divulgado no primeiro teaser é, em tudo, idêntico ao utilizado no popular “muscle car”. Sobre a heresia que isso implica, falaremos com mais profundidade num futuro artigo. Voltemos então ao SUV elétrico.

Para já, a Ford revela apenas que este SUV elétrico terá inspiração em vários modelos ícones da marca, entre os quais é possível descortinar o Ford Explorer e o Ford Mustang. Ou seja, algo como dinâmica elétrica em formato SUV.

Será desenvolvido em Detroit por uma equipa apelidada de "Edison", uma referência óbvia a um dos pioneiros na popularização massiva da eletricidade. Se não vê paralelismos com a Tesla é porque tem estado desatento à indústria automóvel nos últimos tempos.

O Ford Mach 1 promete "a aceleração de um carro elétrico de competição", bem como uma performance "capaz de agitar os nossos corações".

No papel, este concorrente do Tesla Model X deverá ter uma autonomia de cerca de 500 km, tração às quatro rodas e a aceleração de um Ford Mustang GT, o que não deverá ser difícil de conseguir graças à motorização elétrica.

Deixe o seu comentário